<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, maio 20, 2004

Metáforas, rimas e outros ornamentos poéticos, metam-nos... 

Quando escrevo em verso (falar em poesia seria injusto ou pretensioso), sou incapaz de uma escrita metafórica, rimática ou estruturada. Fosse eu ateu e falaria em acaso.
Em boa verdade, para dar um ar poético a uns dizeres, o que mais importa é a construção versejada e um sentido menos óbvio.
Como uma moldura ou um rectângulo indicativo anexo para uma obra de arte.






This page is powered by Blogger. Isn't yours?